Pesca ao Fundo
inscrição
Será por certo a modalidade de prática mais consensual, possivelmente por ser a menos exigente e com resultados mais visíveis. Em S. Tomé as capturas poderão causar espanto quer pelo tamanho das Garoupas, quer pela quantidade de Pargos e até Rodovalhos que frequentam as línguas de areia nas orlas rochosas. Há nesta pesca uma infinidade de espécies, inclusive os congros que segundo dados estatísticos são uma espécie predominante nas costas Europeia e Africana mas apenas até ao Senegal, mais ou menos no paralelo 15 ou 14, porém, já os pescamos sobre o paralelo 0, isto é, sobre a linha do equador. Outra agradável particularidade nesta pesca ao fundo tem a ver com as quantidades. Frequentemente as capturas preenchem os três anzóis dos aparelhos.
INSCREVA A NOSSA NEWSLETTER E FIQUE A PAR DE TODAS AS NOVIDADES NA SUA CAIXA DE EMAIL!
enviar
DIGITE O SEU EMAIL
VOLTAR AO TOPO     
Enviado
Ok Cancelar